quinta-feira, 8 de setembro de 2016

E assim se passa um ano. Um ano sem escrever, mas com tanta coisa para contar.
A vontade continua e por isso prevê-se um regresso. Se assíduo, não sei, mas um regresso. E regressar ao que nos faz felizes é sempre tão bom.